sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Platônico


Às vezes penso que o amor não é pra mim, as frustrações que se acumulam nos espaços que um dia foram destinados aos sonhos, me tornaram refém dos meus piores pesadelos. Não quero parecer fraco, desiludido ou ingrato, quero apenas poder ser humano e não mais me envergonhar disso.
Eu luto todo dia por um sentimento que nunca vivi e me exponho ao ridículo dos que se perdem nos limites do real e imaginário. Existe uma convicção misturada aos sonhos, uma certeza que carece de argumentos e uma vontade de provar a mim mesmo que eu estava errado quando duvidei do impossível.
Algo me diz que estar junto de ti pode ser mais do que estar perto de alguém, pode significar estar finalmente completo. São apenas suposições de alguém que ainda sonha e acredita que o amanhã pode ser uma espécie de recompensa aos que optaram por não desistir no hoje.
Então eu deixo os meus sonhos crescerem fortes e mais fortes, até que estejam grandes o suficiente para enfrentarem a realidade que os cerca. Sonhos são como filhos que criamos, eles nascem, são alimentados e por vezes se desfazem da gente sem aviso prévio. Desenvolvemos os mesmos sentimentos de posse, medo, proteção; com a diferença que os filhos são criados para o mundo e os sonhos são criados para... Para que mesmo são criados os sonhos?!
Não posso falar por todos os sonhos e sonhadores, sonhos possuem voz própria e o meu me diz que precisa de ti aqui. Mas ele não grita com a mesma intensidade com que é sentido, ele apenas sussurra, para que somente eu o escute quando todos se calam.
Encontrar-te em pensamentos, imaginar um encontro casual, contar com o acaso, registrar toda a sua ausência em palavras que talvez nunca sejam lidas pelos olhos que me fizeram ver o mundo com um significado maior. Mas não me importo, pois quando a ti eu vejo, ainda que por fotos, meu coração se alegra pela mínima evidência de sua existência.
Talvez um dia eu tenha a coragem de apresentar ao sonho o seu sonhador, até lá, me manterei assim: uma espécie de segredo tolo que eu mesmo criei para você desvendar.

Luan Emilio Faustino 26/07/10 – 16:06

16 comentários:

  1. A que lindo, tem muito amor em suas palavras, e me idenftifiquei com uma parte do seu post,parabéns. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Algumas pessoas não conseguem ter tal controle, tropeçam em seus sonhos ainda inacabados, fazem com que ele, que deveria ser como um filho, nasça prematuro de mais. Passam por cima do real e vão direto aos sonhos, gritam seus sonhos aos quatro ventos se descontrolam e acordam sem nem saber por onde passaram.

    Estas pessoas, não são culpadas por seus fracassos e nem devem ser julgadas pela precipitação... Elas simplesmente não conseguem deixar o segredo a ser desvendado e partem para a exposição de tudo o que sentem.

    Não os culpem por serem tão intensos.
    ______________________________________
    O texto é muito bom Luan,

    Não sei se já te falei sobre isso, mas seus textos parecem pedir para que sejam lidos novamente. A sonoridade deste, por exemplo, é muito boa e as palavras fluem até que todo o conteúdo seja desvendado, diferente da idéia dele que parece ser deixar algo a ser descoberto.

    ResponderExcluir
  3. A cada texto novo uma emoção nova !! Adoro seus textos e esse ficou perfeito !!

    ResponderExcluir
  4. Muiito liindo. Siimples e intenso.

    ResponderExcluir
  5. mt lindo, estou nessa situação, e me emocionei, simplesmente perfeito!!!

    ResponderExcluir
  6. Nossa a cada texto que leio seu é mais um suspiro de emoção que eu dou..seus textos são lindos e tocantes Prarabéns XD

    ResponderExcluir
  7. se você acha que o amanhã é recompensa do hoje,o sonho é exatamente a parte comum de cada ser humano que optou por acredita no amanha. hoje- sonhos-amanhã.
    p.s:talvez isso seja um bom motivo para eles serem criados?

    ResponderExcluir
  8. Você tem sido especial em cada palavra, amei. parei pra pensar e percebi que nossos amores muitas vezes são de sonho que nós mesmos formamos, e sempre sentimos algo que não vivemos. Incrível novamente.

    ResponderExcluir
  9. lindo,lindo!!
    tive até a sensação de vc está falando comigo frente a frente nossa!!!

    ResponderExcluir
  10. AI MEU DEUS! AGORA VC ME FEZ CHORAR! AI MEU DEUS! EU TO PASSANDO POR TUDO ISSO DESDE Q TINHA 10 ANOS ! KKKKKK Meu deeeeus! vc espressou taum bemmm tudo isso! ai garoto, como que pode uma coisa dessas! vc é loko! kkkkkkk ai ameeeeeeeei!

    ResponderExcluir
  11. Muito poético, sério, tem sucesso pela frente, espero ouvir falar muito de vc ainda. Parabéns.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. ameei seu poema
    Tá eu confesso quase chorei!
    oaisasiaosi
    Parabéns (y)

    ResponderExcluir
  14. Quem me dera ter o menor direito de fazer algum comentário.. sobre algo tão surreal e sensível ... só posso dizer: Perfeito!
    Garoto... quando vc lança seu livro? jã tem algum?

    ResponderExcluir