sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Das cartas que nunca mandei - Parte IV

video


Destinatário: Sra. Morte

Talvez você não entenda o real motivo pelo qual lhe escrevo hoje. Não, este não é um pedido de adiantamento para a execução de seus trabalhos em minha vida. Faço questão de iniciar a carta desta forma para evitar possíveis mal entendidos...
 Às vezes quando reclamo da vida e me penitencio de forma dura pelos meus erros o que me consola é você, sim, você! Afinal, deve ser muito mais doloroso   cometer um erro, quando envolve tantas outras dores.
 A maioria das pessoas prefere evitar o inevitável e trata-la com descaso, ignorando-a quase que completamente, como se assim, evitando falar seu nome ou lembrar da sua existência, você por algum descuido ou acesso de bondade esquecesse delas. Mas a gente sabe que não é assim, não é mesmo?
 Eu tenho pensado na morte, digo, em você com uma freqüência quase tão intensa como as pessoas pensam na vida, não que eu não pense na vida, mas pensar sobre você me ajuda viver a vida de uma forma mais intensa.
Porque se a gente não pensa no fim das coisas, acabamos não dando o devido valor aos inícios e meios nos quais nos encontramos.
 Algumas pessoas dizem que o seu papel na Terra é meramente figurativo, calma eu explico... Dizem que você não existe, ou no máximo existe parcialmente, tirando apenas a vida do corpo e libertando a alma desse plano material. Confesso que lendo assim me pareceu um tanto quanto poética a sua função, pena que nem todos enxerguem a poesia que há em você...
 O que ainda não foi dito nesta carta, é o porquê lhe escrevo, o porquê lhe procuro assim tão desesperadamente, mas eu não posso simplesmente escrever o que eu quero, preciso pensar duas vezes antes de escrever cada palavra, pois somente os loucos e os apaixonados seriam capaz de despertar a irá da morte.
 Sim... Foi exatamente o que eu disse: a-p-a-i-x-o-n-a-d-o-s, ou você acha que eu não reparei na forma sádica como você os separa? O pior não é a morte física propriamente dita, mas a morte dos sentimentos, você atua nesse seguimento também? Enfim...
 Desculpe, perdi o foco, eu ainda preciso lhe dizer, preciso lhe falar abertamente sobre essas coisas que eu não sei dizer, essas coisas que nos tiram o sono e nem ao menos sabemos explicar, preciso que me ajude a entender o que nem mesmo eu entendo.
 Mas e se você simplesmente me ignorar? Se resolver se vingar dos milhares de anos de descaso da humanidade em cima de uma única pessoa, se minhas perguntas não tiverem a menor perspectiva de resposta eu haveria de deixar de formulá-las?
 Eu sempre tive a curiosidade de saber qual seria o seu real humor, se você encara o seu trabalho como um tédio, ou o vê como um mal necessário. Talvez se divirta, não sei...  Existem tantas formas doentias de diversão mundo a fora...
 Devo estar te importunando e ainda nem disse o que preciso te dizer. E eu me pergunto quantas pessoas deixaram de morrer enquanto te prendo a minha carta, algumas centenas de milhares, milhões talvez? Não... Eu não estou querendo te distrair, ao menos não era essa a minha intenção. Por favor, não se irrite ou perca a calma justo agora, eu ainda preciso que você saiba o que não dá mais para adiar, o que eu preciso mesmo lhe dizer é quê.

Luan Emilio Faustino 07/10/2010 – 08:30h

------

Mixagem de Som: WA produções
Produção e Edição:  @_junnyor

25 comentários:

  1. muito bom luh! principalmente o tema! me prendeu do inicio ao fim, como tudo o que voce escreve! parabens!

    ResponderExcluir
  2. O mais engraçado é que essa semana terminei de rever a franquia "SAW", e o começo do post me lembrou bastante o lance de valorizar a vida, viver intensamente e talz.

    "O pior não é a morte física propriamente dita, mas a morte dos sentimentos, você atua nesse seguimento também? Enfim..."

    Esse trecho fala bastante hein? Foi o que mais curti! Apesar de me identificar com o texto em geral. Isso aê, parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Eu sempre me identifico mais com uma parte dos seus poemas, algo sempre fala por mim hahaha parabeens Luh, ficou perfeito! =)

    ResponderExcluir
  4. preciso MESMO falar alguma coisa sobre essa carta ?
    quando li a primeira vez, disse que achei incrivel *-*
    esse final, que "acaba" sem ter conseguido falar o que realmente queria... aaaaaah,nao tenho o que falar Luu rs

    agora, o complemento do video ficou INCRIVEL Luan, como eu já tinha te falado ... PERFEITO !!

    Parabens, parabens,parabens !

    beeijos

    ResponderExcluir
  5. @djralph_ A questão é... O Luan sempre se supera com seus poemas. São diferentes como eu sempre digo, e não mudo minha opinião. O fato é, não vemos mais pessoas escrevendo poemas ou algo do gênero, a menos que sejam aqueles escritores tradicionais já, mas o fato ainda é, esse poema é instigante, não só por possuir palavras, mas sim pelas suas palavras faladas, o que deixa o poema mais interessante, porque dá para estar no mundo do poema, pois ele é visual, ou seja, saimos do imaginário monótono e partimos pro real. O final é o mais interessante, pois ele não é falado, e sim imaginado, logo sabemos o que a morte faz, logo sabemos o que acontece no final. De uma coisa estou certo, seus Poemas Luan, são bons, não só para ler, e sim para serem usados em escolas, e torno a dizer que usá-los-ei em minhas aulas. Parabéns

    ResponderExcluir
  6. Nossa PERFEITO!!!8D
    Ficou muito bom esse video luan, o texto, as palavras, você narrando...
    Tá tudo PERFECT!!;)
    Já pensou em postar esse video no youtube também??8/

    Parabéns pela criatividade...
    Sorte e sucesso ae pra vc amigo..;)
    Tenha uma ótima sexta e um ótimo fds, ah e divirta-se na balada, aushaushaushausha...8P
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  7. Ficou muito criativo, mas uma vez encontrei um pouco de mim no poema, simplesmente incrível!!!

    ResponderExcluir
  8. noossaaa!!! ficou d+!!!
    parabens!!! vou postar no meu blog!!! \o/\o/
    mto booom mesmo!!!

    ResponderExcluir
  9. O que mais me impressiona em suas cartas são os seus questionamentos, pois quase sempre me pergunto da mesma forma e... quase nunca encontro as devidas respostas... isto é trágico, eu sei... mas é verdade!
    Perguntas que vc fez a... "Sra. Morte", me fizeram "viajar"...
    Tipoo... "O pior não é a morte física propriamente dita, mas a morte dos sentimentos, você atua nesse seguimento também? Enfim..."
    Então... sem mais delongas, quero dizer-te que mais um dos motivos dos quais eu gosto de seus poemas é que consigo me encaixar neles...
    E quando consigo fazer isso eu "piro" haha' ...me sinto bem demais!!! *-*
    Obrigada Luan, beijos'

    ResponderExcluir
  10. PARECE QUE AGORA IREMOS NOS SURPREENDER AINDA MAIS COM SEUS TEXTOS E POEMAS LUAN....PORQUE ESTE VÍDEO ESTA MARAVILHOSOOOO, MUITO 10 DE VERDADE...SUPER PRODUÇÃO EM GAROTO!!! RSRS...MAS É CLARO QUE A PRODUÇÃO TODA DESSE TRABALHO TEM QUE SER SUPER, POR QUE O SEU TRABALHO É SUPER TAMBÉM, PRONTO!...UNIU SEU TRABALHO MAGNIFICO A UMA IDEIA TAMBÉM EXCELENTE...PARABÉNS !!!

    ResponderExcluir
  11. Aaaahhhh, eu simplesmente AMEI!!!!!!!!!!
    O texto está maravilhoso!!!! Juro que fiquei surpresa como o modo que "conversou" com Dona Morte...
    E o video... Sem comentários, ficou ótimoooo... Amei o fim!!! De os parabens ao seu amigo por mim, rsrsr....
    Parabéns pelo texto, pelo video, pelo blog...
    Bjaooo
    Laly

    ResponderExcluir
  12. Bom, eu fui o primeiro a assistir e quando fui deixar meu comentário, a energia acabou. :S
    Enfim, deixa eu dizer: Adorei o texto, o vídeo e a aflição que ele causa, pelo menos em mim, porque fiquei me perguntando o que você queria dizer a morte. o vídeo me faz pensar no quanto desperdiçamos nosso tempo com coisas inúteis, e não valorizamos certas coisas em nossas vidas. enfim, está explicito o sentimento, tanto que emociona.
    parabéns, você sabe o quanto eu o admiro, abração e sucesso!

    ResponderExcluir
  13. "o vídeo me faz pensar no quanto desperdiçamos nosso tempo com coisas inúteis, e não valorizamos certas coisas em nossas vidas" Essa era uma das intenções do video amigo, sabe quando a gente fica deixando as coisas esseciais pra depois? Pois bem... A proposta do video é mostrar que talvez esse depois não chegue. Então, viva, diga e expresse tudo aquilo que vc tem dentro de vc em vida, pq a morte é a unica certeza incerta da qual compartilhamos, afinal tds sabemos q iremos morrer, mas ninguém pode precisar, quando, onde e como. =)

    ResponderExcluir
  14. é,a cada dia me surpreendo vendo os poemas e videos que voce posta aqui,o que dizer em meio de tudo o que ja foi falado?,a vida é uma caixinha de surpresas,e quando ela é aberta,podem aparecer coisas boas ou nao,resumindo,cada dia que passa,seus poemas e videos ficam melhores,ou seja,a caixinha que um dia voce abriu lhe foi de pura sorte....bjos

    ResponderExcluir
  15. Luh, mais uma vez parabéns!!! Agora com quase 5.500 acessos...Estamos sempre aki torcendo por vc...que vc continue sempre mostrando através das palavras akilo que traz no coração...O video ficou show...de mais!!! Parabéns, irmãozinho!!!

    Tiko

    ResponderExcluir
  16. Muito Bom Luh..
    meu prendeu do inicio ao fim..
    está otimo tanto o texto como o vídeo!
    Parabéns:*

    ResponderExcluir
  17. Luh sem palavras
    simplesmente adoreiii *-*

    perfeitoo
    esse final entao, o melhor :D

    ResponderExcluir
  18. achei mtmt bom, nos faz pensar mais sobre um tema que poucos pensam ou comentam, algo tao doloroso, mas libertador.

    Gostei mto da parte em que vc diz que eh preciso saber como tudo termina para se dar valor ao inicio.

    Parabens Luan =)

    ResponderExcluir
  19. Nossa, mais uma vez vocÊ falo tudo... por incrivel que pareça estou me sentindo assim.
    Acho melhor falar as coisas para as pessoas antes que seja tarde de mais.
    É disso que agente presisa pessoas, blogs, videos, textos... enfim de algo que faça agente abrir os olhos para a vida e pensar nela com mais atenção.
    Ahhh a aedição do video ficou otima parabéns!

    ResponderExcluir
  20. Luaaaan, poxa vida, fico sem palavras dessa vez, ficou muito bom mesmo, Parabéns.

    ResponderExcluir
  21. Nossa adorei! E o video tá super bem produzido! não tem como falar da morte sem falar da vida né, excelentes comparações. A morte fisica é a menos dolorosa realmente! Parabensssssss

    ResponderExcluir
  22. O video ta show de Bola!Como fez!?rsrsrs E Olha pensar na morte com vida é uma piração!Só que voce fez isso de forma muito especial!Parabéns!Uma pessoa de talento!

    ResponderExcluir
  23. noOOsa. É um curta com um texto seu.
    Tinha certeza q ele havia dado muito trabalho mas vc disse o gravou muito rápido.. e ficou realmente MUITO BOM.
    Quero ver mais textos/poemas/contos seus com essa releitura artistica.. xD

    ResponderExcluir
  24. Nuss. a sua reflexão da "morte" é tão intrigante e curioso, ficou muito bom a produção também está ótima, tem que continuar que eu vou acompanhar sempre. você é o melhor e não seja humilde falando que não :D *-*'

    ResponderExcluir
  25. Luuu vc é tão bonitinhu...adorei como esse video foi feito, sinceramente mto melhor U.U
    mostraa vc supostamente enquanto cria a poesia enquanto sua voz ao fundo declma...[declama minha carta favorita..]
    amei!!!!
    mais eim n eskeçe do video q vc prometeu olhando profundamente para camera enquanto declama eim xD

    ResponderExcluir