domingo, 24 de outubro de 2010

Eu, tu e o nada


Eu ti olhei quando tu ja não se via
E te falei coisas que nunca ouvira
E te mostrei quão perfeita era esta vida
Para os que vivem o saber de cada dia
Eu procurei simplesmente não falar
E com o olhar conduzi-la a sonhar
E vi seus olhos se fecharem ao chorar
E vi meu sonho se perder em seu olhar
Eu quis fugir, mas ali então fiquei
Eu quis chorar, mas fui forte e me aguentei
Eu quis gritar, mas meu grito eu calei
Eu quis não ser tudo aquilo que eu sonhei
Me vi perdido quanto tu então me olhou
Me vi sorrir quando o teu choro cessou
E quis falar quando tu não me deixou
E nada quis quando então tu me beijou.

Luan Emilio Faustino 6 de janeiro de 2007 (14:39hs)

9 comentários:

  1. NOSSA....Q LINDO..
    "E quis falar quando tu não me deixou
    E nada quis quando então tu me beijou."

    ISSO ME LEMBRA ALGO Q EU FIZ A UMAS SEMANAS o.o

    SÓ TU MESMO LU♥

    SO N ME AGRADEI MTO COM O TITULO SEI LA....ASHAUSHUASHA [SOU IMPLICANTE] ENFIM AMEIX♥

    ResponderExcluir
  2. Hum....tem cara de que pode virar musica!!! fiko lindo...

    ResponderExcluir
  3. Amei *------*
    afinal eu amo td
    q vc escreve!!

    ResponderExcluir
  4. Mais uma vez um dos seus textos relata algo que todos um dia irão passa!

    ResponderExcluir
  5. noxa mto perfeito ami amei tdo q vc escreveu*-*

    ResponderExcluir
  6. Lindo,lindo,lindo...ameei muito


    Nossa véi quase choreei!!



    Parabéns *.*

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. eu também fasso poemas ficou lindo esse poema vou copier ele no meu caderno bjssssss

    ResponderExcluir